Ensaios de Palheta – Vane Test

O ensaio de palheta (Vane Test) é tradicionalmente empregado na determinação da resistência ao cisalhamento não drenada (Su) de depósitos de argilas moles in situ.

 

Equipamentos e procedimentos

O ensaio de palheta é executado conforme a Norma NBR 10905 ( MB 3122 da ABNT)

O ensaio consiste em utilizar uma palheta de seção em forma de cruz que, quando cravada em argilas saturadas de consistência mole a rija, é submetida a um torque necessário para cisalhar o solo por rotação em condições não drenadas. É necessário, portanto, o conhecimento prévio da natureza do solo onde será realizado o ensaio, não só para avaliar a sua aplicabilidade, como para, posteriormente, interpretar adequadamente os resultados. A palheta especificada na Norma Brasileira apresenta desempenho satisfatório em argilas com resistências inferiores a 50 Kpa. A

 

Algumas das recomendações de natureza prática para definir a usabilidade do ensaio são:

a) N spt menor ou igual a 2 , correspondendo a resistência de penetração ( qc) menor ou igual a 1000 kpa;
b) matriz predominantemente argilosa ( > 50% passando na peneira # 200, LL > 25, IP > 4 );
c) ausência de lentes de areia ( a ser definida previamente por ensaos de penetração)

 

As principais características do ensaio e equipamentos são:

1- A palheta em forma de cruz é constituída de 4 aletas, fabricadas em aço de alta resistência, com diâmetro de 65mm e altura de 130mm ( altura igual ao dobro do diâmetro). Admite-se palheta retangular menor ( 50mm de diâmetro e 100mm de altura quando o ensaio for realizado em argilas rijas ( Su > 50Kpa)

2- A haste fabricada em aço capaz de suportar os torques aplicados, conduz a palheta até a profundidade do ensaio.

3- O equipamento de aplicação e medição do torque, projetado para imprimir uma rotação ao conjunto de haste fina/ palheta de 6 ± 0,6º/ min, deve possuir mecanismo de coroa e pinhão, acionado por manivela ou por motor elétrico.

Texto com base em Schnaid&Odeberecht – Ensaios de campo

 

<< Voltar para a página de Sondagens Geotécnicas

TOP